«

»

jun 12

Vá em Paz, Porca Véia

Com esse Poema o administrador/editor do chasquepamnpeano.com.br, de autoria de Dilmar Paixão prestamos nossa homenagem para esse grande gaiteiro e tradicionalista Porta Véia.

Autoria: Dilmar Paixão

 

Um Minuto de Silêncio

se faz quando morre alguém.

Eu estou triste, também,

pela morte do gaiteiro.

P’ra quem viveu no entreveiro

dos fandangos, bailes e festa.

Tua arte é o que nos resta.

Siga em paz, Companheiro.

 

Hélio Xavier, o Porca Véia.

Desde os seis anos, gaiteiro.

Lagoa Vermelha, o primeiro

dos acordes na família.

Com a raça de um farroupilha,

no palco dos festivais,

tocou nas Vozes Rurais;

o gaiteiro da Nova Trilha.

 

Aluno dos Irmãos Bertussi,

Fundador do Grupo Cordiona.

A cadência que apaixona,

regionalismo e talento.

Com “Lembranças” me concentro.

Um “Gaiteiro por Demais”,

“Alma Serrana” dos imortais,

a entrar “Do Jeito que Deu”, “Céu a Dentro”.

 

 

Deixe uma resposta