«

»

jun 04

Pandemia provocará mudanças nas comemorações da Semana Farroupilha

FONTE: CORREIO DO POVO:

Instalação do Acampamento Farroupilha, no Parque da Harmonia, está ameaçada neste ano

Festejos farroupilhas reúnem milhares de visitantes na Capital

Festejos farroupilhas reúnem milhares de visitantes na Capital

 

Em função da pandemia do novo coronavírus, as comemorações da Semana Farroupilha em todo Rio Grande do Sul vão sofrer mudanças. Com um cenário econômico marcado por incertezas e a crise sanitária por conta da Covid-19, em Porto Alegre, a instalação do Acampamento Farroupilha, no Parque da Harmonia, para edição deste ano está ameaçada. Tradicionalmente, os festejos farroupilhas reúnem milhares de visitantes na Capital e provocam aglomerações dentro e fora do parque, nas imediações da região do Praia de Belas.

Conforme o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), a última edição contabilizou mais de um milhão de visitantes durante as duas semanas de festividades daquele que é considerado o maior evento cultural da Capital. Vice-presidente de Administração e Finanças e presidente da Comissão dos Festejos Farroupilhas Estaduais do MTG, César Oliveira explica que os cuidados para evitar a disseminação do novo coronavírus, a necessidade de reorganização do espaço e elaboração de protocolos de higiene precisam ser levados em conta se porventura a instalação do acampamento for confirmada. “Não tem como garantir a realização da Semana Farroupilha, porque é um evento, o maior de Porto Alegre”, avalia.

De acordo com Oliveira, na próxima semana a comissão se reunirá para elaborar as diretrizes de um plano de ação para garantir a realização do evento. Ele adianta, no entanto, que mesmo que o acampamento seja confirmado, esta edição será diferente das anteriores. “Se porventura tiver condições de acontecer, não vai acontecer com vinha sendo executada, assim como a Expointer está fazendo esforço para acontecer”, compara. Oliveira afirma que a pandemia também obriga a organização do evento a adotar cuidado redobrado no que diz respeito à segurança e à instalação dos piquetes. “O acampamento tem problema grave em termos de segurança”, adverte.

Ele alerta que deve ser elaborado novo formato para Semana Farroupilha, com público reduzido para evitar aglomerações. Oliveira também cobra mais envolvimento da prefeitura na organização da festa. “A prefeitura não pode ficar sem participar, tem que participar até por questões sanitárias”, explica. Apesar das restrições e do cenário de incertezas, Oliveira descarta transferir a data dos festejos, uma vez que a comemoração de 20 de setembro carrega um ‘simbolismo’ para o povo gaúcho. “Por um bom tempo as coisas não vão ser do mesmo jeito, tudo vai mudar, mas não tem possibilidade de mudar a data do evento”, acrescenta. “Se acontecer, vai ser em outro formato, até mais favorável no que diz respeito a turismo, onde as pessoas podem vir, apreciar, ter um pouco mais de organização”, completa.

Deixe uma resposta