«

»

out 30

Nei Zardo é o novo presidente da CITG

Decisão ocorreu durante o 13º Congresso Tradicionalista da CITG, dia 27 de outubro, na Sociedad La Criolla Elias Regules, em Montevidéu, no Uruguai.

Na chuvosa manhã de sexta, dia 27 de outubro, na sede da Sociedad La Criolla Dr. Elias Regules, reuniram-se representantes do Brasil e do Uruguai para deliberar sobre a escolha do novo presidente da CITG. A Argentina não esteve representada, conforme e-mail dirigido ao presidente Manuel Rodriguez Marghieri, o Manollo, avisando da ausencia daquela Confederação.

Com a presença da UASTU – Unión de Aparcerías y Sociedades Tradicionalistas del Uruguay, represetnados pelo Sr. José Carlos Arana, pela CBTG – Confederação Brasileira da Tradição Gaúcha, na pessoa de seu presidente, João Ermelino de Mello, o presidente da SOciedad Criolla Elias Regules, Carlos Alonzo, o Conselheiro da CITG, Jorge ALves da Costa, os jornalistas do El Pais, Leandro Aguirre e Pablo Melgar, o Arq. Hugo Pereda, presidente da comissão organizadora da Fiesta de La Patria Gaucha, de Taquarembó, a antropologa Leticia Cannella, Jorge Diaz, ROgério Bastos, Rodrigo, Sonia e Nei Zardo, e o presidente da CITG, Manuel Rodriguez Marghieri, aconteceu o conclave sul-americano.

Vale destacar que antes do 6º. Congresso a CITG teve as seguintes denominações:
CCPTG – Conselho Coordenador Permanente da Tradição Gaúcha
CCIT – Conselho Coordenador Internacional de Tradicionalismo
CITG – Confederação Internacional da Tradição Gaúcha. Esta denominação foi aprovada e oficializada no dia 04 de maio de 1991 no 6º. Congresso Internacional, quando foi aprovada a Carta Constitutiva.

João Mello apresentou propostas para encurtar distancias e aproveitar os meios de comunicação, pois as maiores dificuldades que atingem diretamente são as distância e falta de comunicação. Os Encontros tem que ser mais próximos para a Confederação Internacional funcionar melhor. Mello acredita que aproximar a Confederação Norte-americana das tradições Gauchas seria beneficio para a CITG. Inclusive ele leu um oficio datado de 2005 que nem ao menos foi respondido.

A antropologa Leticia Cannellas, que estuda e faz um inventário sobre o “Gaucho” Uruguaio, falou sobre seu trabalho para levar para a UNESCO este personagem que habita não só os campos da pampa mas o espírito nativo do povo uruguaio. Disse estar maravilhada com as descobertas.

A Sociedade “La Criolla”, foi fundada por Elias Regules e um grupo de 32 amigos, fieis companheiros de causa, no dia 25 de maio de 1894. Por força de Lei, e em homenagem ao Fundador da Sociedade, no dia 21 de março, data de seu nascimento, se comemora o “Día de La Tradición Uruguaya” e, os festejos acontecem no domingo seguinte ao dia 21 de março.

Nei Antonio Zardo assume mais uma vez a Confederação Internacional da Tradição Gaúcha já buscando aproximação com os outros paises e confederações, ajustando a questao da comunicação que vê como fundamental para o bom andamento das relações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>