«

»

jul 04

CHAMAMÉ. PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE

Por: Jaime Ribeiro
 
O chamamé, que já é Patrimônio Cultural Argentino, está mais perto de tornar-se Patrimônio Imaterial da Humanidade. A Unesco já fez uma primeira avaliação da documentação que pretende registrar o chamamé, em 2018, na lista representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade. É a terceira tentativa de obter o reconhecimento. O presidente do Instituto de Cultura de Corrientes, Gabriel Romero, informou que a UNESCO já fez uma primeira avaliação da documentação do processo de inscrição.
 
” Após o grande passo, com a apresentação do pedido na sede da Unesco em Paris, agora a equipe técnica nos deu um primeiro retorno, fazendo alguns pedidos específicos que irão completar o arquivo ” , confirmou Romero.
 
O Instituto de Cultura da província informou a este respeito que “a partir desta carta enviada pela UNESCO considera-se que a proposta que foi formalizada em Paris há duas semanas foi admitida numa fase inicial, com vista à sua avaliação final em 2018, apesar de fazer alguns requisitos detalhados de informação “.
 
” Eu escrevo com referência à candidatura do Chamamé” apresentado pela Argentina para a possível inscrição em 2018 na Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade “, a nota , e requisitos adicionais “para o seu dossier é considerado tecnicamente completa e a ser examinado em novembro / dezembro de 2018 pelo Comitê Intergovernamental em sua décima terceira sessão. “
 
O Instituto de Cultura de Corrientes terá até o dia 30 de setembro deste ano para cumprir com o envio à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), da documentação exigida, e assim a aplicação é considerada válida pelo Comité Intergovernamental.

Deixe uma resposta