Arquivo por mês: maio de 2020

maio 31

Inicio da Imprensa Riograndense “O Diário de Porto Alegre” 1 de junho de 1827

  Lourenço Junior de Castro, nasceu em Portugal, mas desde princípios do século XIX radicara-se como comerciante em Porto Alegre. Foi um entusiasta da independência do Brasil, alcançada em 1822. Quando das lutas da independência, ofereceu seus préstimos como capataz de uma companhia de Ordenanças. Nomeado comendante da Província em 1826. Partidariamente filiado à linha …

Continue lendo »

maio 31

O Bode

O bode é um dos animais que mais aparece nas lendas e no folclore de muitos povos. Em função de seu aspecto físico, com enormes chifres, e seu temperamento rebelde e arredio, em várias culturas substitui a figura do demônio, do diabo, do capeta ou confunde-se com elementos do mundo do mal. Além disso, dá …

Continue lendo »

maio 31

Pé Rapado

O termo “pé-rapado”, segundo o dicionário, é sinônimo de pessoa de origem humilde, pobre. Já era conhecido por volta do século 17 e é usado até hoje. Designava o pobretão, principalmente da zona rural, que andava descalço e por isso era obrigado a raspar (ou rapar) os pés para lhes tirar a lama. Mas você …

Continue lendo »

maio 31

Sem Eira Nem Beira 1

Eira, Beira, Tribeira Você já se perguntou sobre a origem do ditado popular “sem eira nem beira”? Como acontece com várias expressões famosas que replicamos sem nem saber o motivo, essa também revela um passado de segregação e preconceito. Segundo a pesquisa “Técnicas construtivas do período colonial”, realizada pelo arquiteto e urbanista Silvio Colin, tal …

Continue lendo »

maio 31

Parthenon Literário – parte II

Ao longo de sua existência funcionou em diversos locais, sem nunca ter tido sede própria. Segundo Sérgio da Costa Franco, pouco depois da fundação a sociedade emprestou seu nome a um empreendimento imobiliário num arrabalde distante do centro, organizado por Fernando dos Santos Pereira, que em contrapartida cedeu ao Parthenon dois terrenos destinados à construção …

Continue lendo »

maio 31

Parthenon Literário – parte I

  A Sociedade Parthenon Litterario, mais conhecida simplesmente como Parthenon Litterario, foi uma associação literária brasileira criada em Porto Alegre, a capital do Rio Grande do Sul, considerada a principal agremiação cultural do estado no século XIX. Surgindo em um período em que as letras estavam em estado embrionário e a população era maciçamente analfabeta, …

Continue lendo »

maio 29

Cavalaria Farrapa

Os Gaúchos imitaram o índio nas lides campeiras, mas, também o fizeram para arte da guerra; o que se tornou um trunfo, como por exemplo para os que antecederam os Farrapos, como Rafael Pinto Bandeira ( 1780); Patrício Correa da Câmara ( 1800) e José de Abreu (1820), tornando-os imbatíveis com a agilidade de sua …

Continue lendo »

maio 29

A Marinha Farroupilha

A Marinha Imperial Brasileira controlava os principais meios de comunicação da província, a lagoa dos Patos, entre Porto Alegre, Pelotas e Rio Grande, e a maior parte dos rios navegáveis. Apesar disso era constantemente atacada pelos farroupilhas, quando próximos aos barrancos dos rios. Em 1 de fevereiro de 1838, uma tropa de dois mil farrapos …

Continue lendo »

maio 29

Graxa, Sebo e Banha

Em outros tempos, carneava-se uma vaca em uma estância a cada 28 ou trinta dias.Era só para o consumo do estabelecimento ou propriedade rural. Carneava-se um animal bem gordo para poder melhor se aproveitar a graxa e derivados, pois eram essenciais para a manutenção do rancho. Ao carnear se tirava o sebo do rim, considerado …

Continue lendo »

maio 28

General David Canabarro

  David José Martins, filho de José Martins Coelho e Mariana Ignacia de Jesus, nasceu em 22 de agosto e foi batizado em 4 setembro de 1796, em Taquari, pelo vigário José Novais. Passou toda sua infância na Estância dos Pinheiros, propriedade de seu pai, da onde sairia para iniciar suas atividades militares. O inicio …

Continue lendo »