Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/chasquepampeano/public_html/Connections/Connection.php on line 18
Chasque Pampeano:Tarde gastronômica no Turismo de Galpão...

Visitante Nº:
contador de visitas

  Aqui as últimas notícias do meio tradicionalista...

 

 

 

16/09/2015

Tarde gastronômica no Turismo de Galpão
 
O CTG Laço da Querência abriu as porteiras do seu espaço no Acampamento Farroupilha para ensinar aos inscritos na oficina de Pão Caseiro como preparar essa que é uma das especiarias da culinária campeira.  A atividade ocorreu na tarde desta quarta-feira, 16, e faz parte da programação do Turismo de Galpão.    No comando dos ingredientes e do fogão, Zeli de Castro Moreira mostrou todos os passos da sua receita de pão caseiro. Zeli iniciou preparando o fermento, misturando uma colher de sopa de açúcar, a mesma medida de fermento biológico e um copo de água morna. "Agora é esperar crescer e enquanto isso fazer a massa", concluiu. Em uma vasilha, a cozinheira misturou um quilo de farinha de trigo, três colheres de sopa de açúcar e meia colher de sopa de sal. Depois, ela adicionou quatro colheres de sopa de óleo, um ovo e o fermento. Por fim, acrescentou dois copos de água. "Essa é a parte mais delicada, tem que colocar a água aos poucos e verificando o ponto da massa". O próximo passo foi sovar a mistura. "Depois da massa sovada, deixo descansar por duas horas e coloco no forno para assar", destacou. Os pães ficam no forno por cerca de 30 minutos.   Atenta às dicas da cozinheira, a porto-alegrense Fernanda Caldeira de Andrada Poersch aprovou a atividade. "Tinha noção da receita, mas não sabia os detalhes. Agora já posso fazer em casa", comentou. Os ingleses Nick Wiltsher e Tasia Seratton, que já haviam participado de uma oficina de chimarrão, retornaram ao Acampamento Farroupilha para conhecer a gastronomia gaúcha.  "Já havíamos comido esse tipo de pão, e agora aprendemos como fazê-lo", disse Wiltsher. Tasia confirmou que se arriscará a preparar o pão em casa.   Doces - Também na tarde desta quarta-feira, o Piquete Ranchão Tradição apresentou doces da culinária gaúcha. Na atividade, os participantes conheceram e degustaram quatro sobremesas: ambrosia, arroz de leite, doce de abóbora e sagu. As iguarias foram feitas pela doceira de Pelotas Alice Rosane Silva Soares, que revelou seus segredos para preparar os doces. "Para a abóbora ficar firme, coloco um pouquinho de cal virgem e de molho por uma hora e depois retiro todo o cal", explica. Já para a ambrosia, a doceira inicia fervendo o leite e acrescenta suco de laranja para talhar. O segredo do arroz de leite é não deixar secar. Para a mineira Luziglia Borges, a dica da receita de sagu foi a mais surpreendente. "Não sabia essa técnica de colocar as bolinhas de molho por três horas com água fervente e depois lavá-las para tirar a goma", comentou.   Oficinas - O projeto Turismo de Galpão oferece atividades de aprendizagem sobre a cultura gaúcha. Para participar basta fazer as inscrições no Espaço de Hospitalidade do Turismo de Galpão, localizado próximo à entrada principal do Parque Harmonia, ao lado do Centro de Eventos Casa do Gaúcho. Toda a programação de oficinas está disponível no local, diariamente das 10h às 22h, em guias impressos em português, espanhol e inglês. Outra opção é consultar antecipadamente o portal www.portoalegrecriativa.info. O projeto Turismo de Galpão é uma iniciativa das secretarias municipais de Turismo e da Cultura, da 1ª Região Tradicionalista e da Fundação Cultural Gaúcha.  

/acampamento_farroupilha

Texto de: Cristiane Serra
Edição de: Gilmar Martins
Autorizada a reprodução dos textos, desde que a fonte seja citada.

 

 


Você também pode publicar um artigo de sua autoria no Jornal Virtual Chasque Pampeano. Mande seu texto e/ou foto, Cliques aqui para enviar:CHASQUES

Volta para página inicial