Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/chasquepampeano/public_html/Connections/Connection.php on line 18
Chasque Pampeano:AS DIVERSIDADES ENTRE GAŚCHOS E GAUCHOS!...

Visitante Nº:
contador de visitas

  Aqui as śltimas matérias do meio tradicionalista...

 

 

 

02/10/2007

AS DIVERSIDADES ENTRE GAŚCHOS E GAUCHOS!
 

g

A peculiar indumentária dos gaúchos argentinos! 

 

O gaúcho brasileiro, como é do conhecimento geral, não tem a mesma origem dos gauchos argentinos e uruguaios. Suas raízes estão fundadas na colonização portuguesa, enquanto os castelhanos, como o próprio nome revela, tiveram a sua formação assente na colonização espanhola. Por conseqüência, em que pese a proximidade geográfica, a atividade econômica comum, baseada inicialmente na pecuária, e os laços de amizade existentes entre brasileiros, argentinos e uruguaios, desde o início da imigração portuguesa que as formações históricas dos dois povos começam a apresentar diferenças culturais importantes.

A tradição gaúcha, apesar das naturais influências que foi sofrendo dos irmãos vizinhos, ao longo do tempo, foi, desde o princípio, alicerçada fundamentalmente na cultura portuguesa. Após fundarem as charqueadas, os portugueses foram estabelecendo um modo de vida próprio e peculiar no trato com a abundante gadaria existente no século XVIII, no então Continente de São Pedro. Por isso, as diversidades culturais constatadas hoje entre gaúchos brasileiros e gauchos castelhanos, especialmente no âmbito dos usos e costumes tradicionais, tem razões históricas e base nas respectivas culturas de origem.

É por esse motivo que os tradicionalistas gaúchos brasileiros não usam, ou não deveriam usar, as rastras – cinturões com metais e a parte fronteira com prataria -, barbicachos com metal, boinas Cataluña, bombachas Castelhanas, chapéus Argentinos e outros utensílios e acessórios não típicos da região sul-brasileira, pois esses são próprios de uma cultura com raízes diversas dos brasileiros sulistas.

É natural que para o mercado o tema sem fronteiras seja muito interessante, tanto na música, na encilha, na indumentária, como em apetrechos diversos. Mas, quando se trata da preservação da cultura nativa dos gaúchos brasileiros a questão se reveste de suma importância. A forçada globalização cultural pode ser proveitosa para quem a explora economicamente, mas não o é para a preservação das autênticas Tradições e a conservação da Identidade Cultural dos Gaúchos Brasileiros!

  Fonte: www.bombachalarga.com.br

 


Você também pode publicar um artigo de sua autoria no Jornal Virtual Chasque Pampeano. Mande seu texto e/ou foto, Cliques aqui para enviar:CHASQUES

Volta para página inicial