Deprecated: mysql_connect(): The mysql extension is deprecated and will be removed in the future: use mysqli or PDO instead in /home/chasquepampeano/public_html/Connections/Connection.php on line 18
Chasque Pampeano:Limpando a Ranilha por Ademir Canabarro...

Visitante Nº:
contador de visitas

  Aqui as últimas matérias do meio tradicionalista...

 

 

 

29/08/2007

Limpando a Ranilha por Ademir Canabarro
 
ra.ni.lha = sf  Saliência mole,  áspera e rugosa, na planta do pé das cavalgaduras.

Todo cavaleiro ou gaucho campesino sabe que é preciso limpar a ranilha do  "pingo" para tirar uma pedra que tenha ficado presa entre a sujeira,  esterco ou barro que nas camperiadas do dia a dia ficam presas nas patas do cavalo machucando a ranilha e fazendo o cavalo mancar, se entrar uma pedra então nem se fala! O gaúcho cuidadoso não se cansa de limpar as patas do seu cavalo para que seu parceiro não sinta dor.

Fazendo uma comparação com os péssimos tradicionalistas que se infiltraram na tradição gaúcha, e ficam ali como pedras grudada no esterco, prejudicando os caminhos da tradição, seja; inventado novas regras para desfigurar o tradicionalismo gaúcho -  fazendo vistas grossas enquanto crimes culturais são cometidos contra nosso patrimônio cultural - deixando que os calaveras da tradição se aproveitem do nosso legado para encherem as burras de dinheiro -  importando "TCHÊS PORCARIAS" que são apenas lixos culturais vindos de outras plagas,  e permitindo que  estas pragas adentrem nos galpões de CTG.

Os tradicionalistas também devem fazer uma limpeza na ranilha e tirar estas pedras que insistem em prejudicar a tradição gaúcha, porque quando eles permitem estes descalabros citados e outros mais, não estão cumprindo o dever de tradicionalistas que é o de passar ás novas gerações o que nos foi deixado por nossos antepassados, o que dirão os nossos filhos se entrarem em um CTG (Centro de Tradições Gaúchas) e derem de cara com um VUCO-VUCO, ou com um quera rebolando no palco sob o som de um batuque ensurdecedor, onde a gaita fica em terceiro plano, pois o segundo é a guitarra? Como poderemos explicar aos nossos filhos quando se depararem com dois sem-vergonhas que enrolados como cobras no cio bem no meio de um salão de CTG continuam a se esfregar e a patronagem finge que não vê por causa dos "pilas"? Será que é isto que deixaremos para as novas gerações? E o sangue derramado por aqueles tauras que nos sucederam? Deixaremos que sejam pisoteados por estes péssimos tradicionalistas e aproveitadores que nem sequer sabem a diferença entre cultura e diversão? Se soltarmos as rédeas as novas gerações somente conhecerão a indumentária gaucha nos livros.

Portanto, amigos tradicionalistas, precisamos limpar a ranilha e tirar da tradição todas estas pedras com esterco, que só servem para atrapalhar o bom andamento do tradicionalismo gaúcho. Esta em nossas mãos protestar sempre que alguém cometer um crime contra a nossa cultura, seja em rodeios - que eles instem em transformar em rodeios cowtry. Seja em bailes onde o conjunto sair da linha, procure o patrão e faça a reclamação, se o patrão se '"achicar", vá para a frente do palco e reclame com os desrespeitosos. Não deixe passar, pois a nossa indiferença pode nos custar caro no futuro; e o preço é a nossa identidade cultural. E o maior tesouro que nossos antepassados nos deixaram foi  a nossa cultura.

Ademir Canabarro

 

Fonte: www.coxixogaucho.com.br

 

 


Você também pode publicar um artigo de sua autoria no Jornal Virtual Chasque Pampeano. Mande seu texto e/ou foto, Cliques aqui para enviar:CHASQUES

Volta para página inicial